O que é o Melasma?



O que é o melasma?

Melasma é um problema de pele que atinge predominantemente as mulheres, apenas 10% das pessoas afetadas são do sexo masculino, esse quadro é caracterizado pelo surgimento de manchas acastanhadas provenientes da produção excessiva de melanina, pigmento escuro que define a cor da pele e dos pelos, por isso também se observa que as pessoas com a cor da pele mais escura tem maior probabilidade de desenvolver o melasma, pois a pele dessas pessoas já possui naturalmente grandes quantidades de melanina. As manchas acometem principalmente a face embora possam aparecer na região cervical, torácica, e nos membros superiores, o melasma também é conhecido como cloasma gravídico, nome oriundo da frequente associação entre o estado gestacional e o surgimento das manchas faciais.


Como surge o melasma?

A origem do melasma é multifatorial, e nenhuma das possíveis causas deve ser responsabilizada isoladamente, entretanto há indícios de que a predisposição genética e a exposição às radiações solares desempenham um papel importante, tendo em vista que as lesões do melasma são mais evidentes durante, ou logo após períodos de exposição solar, o melasma também pode ser correlacionado ao uso de anticoncepcionais, alterações hepáticas, e tireoidianas.


O melasma é um problema de saúde?

As manchas que caracterizam o melasma não indicam nenhum tipo de doença ou problema de saúde, portanto são consideradas alterações estéticas. Mesmo não havendo nenhum dano à saúde física de quem desenvolve o melasma, é bastante frequente ocorrer isolamento social por conta do abalo que as manchas causam na autoestima das pessoas, isso pode afetar relações de trabalho, atividades sociais, de lazer, e principalmente a vida afetiva.


Quais são os possíveis tratamentos para o melasma?

Vários tipos de tratamentos podem ser utilizados para controlar a evolução do quadro clínico do melasma, porém nenhuma das opções disponíveis até o momento se apresenta como solução definitiva para o problema, a utilização de protetor solar é de extrema importância para quem apresenta essas manchas, técnicas como peelings, lasers, microdermoabrasão e luz intensa pulsada fazem parte dos tratamentos disponíveis para combater o melasma, também podem ser utilizadas substancias despigmentantes aplicadas sob a forma de cremes de uso tópico, ou injetadas na pele em um procedimento denominado intradermoterapia.